quinta-feira, 30 de junho de 2011

Receio

"Receio que não possa me explicar,
porque é justamente aí que está o problema.
Posso explicar uma porção de coisas.
Mas não posso explicar a mim mesma."
(Alice no País das Maravilhas)

...

Contra o Mau-olhado!

Saudade!


Valorize as coisas enquanto as possui!
Porque sentir saudades

não é motivo suficiente para tê-las de volta.

ALINE





Falar de mim...

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Maçãs do Topo



"Mulheres são como maçãs em árvores.
As melhores estão no topo.
Os homens não querem alcançar essas boas porque eles têm medo de cair e se machucar. Preferem pegar as maçãs podres que ficam no chão, que não são boas como as do topo, mas são fáceis de se conseguir. Assim, as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas,
quando na verdade, eles estão errados...


Elas têm que esperar um pouco para o homem certo chegar,
aquele que é valente o bastante para escalar até o topo da árvore."

(Machado de Assis)

Amar é uma decisão...




quarta-feira, 22 de junho de 2011

Filtro Solar


Senhoras e senhores da turma de 2003,
Filtro solar! Nunca deixem de usar o filtro solar.
Se eu pudesse dar só uma dica sobre o futuro seria esta: usem o filtro solar!
Os benefícios a longo prazo do uso de filtro solar estão provados e comprovados pela ciência.
Já o resto de meus conselhos não tem outra base confiável além de minha própria experiência errante.
Mas agora eu vou compartilhar esses conselhos com vocês...
Aproveite bem, o máximo que puder, o poder e a beleza da juventude.
Ou, então, esquece...
Você nunca vai entender mesmo o poder e a beleza da juventude até que tenham se apagado.
Mas pode crer, daqui a vinte anos você vai evocar as suas fotos e perceber de um jeito que você nem desconfia, hoje em dia, quantas, tantas alternativas se escancaravam a sua frente.
E como você realmente estava com tudo em cima.
Você não está gordo ou gorda.
Não se preocupe com o futuro.
Ou então preocupe-se, se quiser, mas saiba que pré-ocupação é tão eficaz quanto mascar chiclete para tentar resolver uma equação de álgebra.
As encrencas de verdade da sua vida tendem a vir de coisas que nunca passaram pela sua cabeça preocupada.
E te pegam no ponto fraco às 4 da tarde de uma terça-feira muito horrenda.
Todo dia, enfrente pelo menos uma coisa que te meta medo de verdade.
Cante.
Não seja leviano com o coração dos outros.
Não ature gente de coração leviano.
Use fio dental.
Não perca tempo com inveja.
Às vezes se está por cima, às vezes por baixo.
A peleja é longa e, no fim, é só você contra você mesmo.
Não esqueça os elogios que receber.
Esqueça as ofensas.
Se conseguir isso, me ensine.
Guarde as antigas cartas de amor.
Jogue fora os extratos bancários velhos.
Estique-se.
Não se sinta culpado por não saber o que fazer da vida.
As pessoas mais interessantes que eu conheço não sabiam, aos 22, o que queriam fazer da vida.
Alguns dos quarentões mais interessantes que conheço ainda não sabem.
Tome bastante cálcio.
Seja cuidadoso com os joelhos.
Você vai sentir falta deles.
Talvez você case, talvez não.
Talvez tenha filhos, talvez não.
Talvez se divorcie aos 40, talvez dance ciranda em suas bodas de diamante.
Faça o que fizer, não se auto congratule demais, nem seja severo demais com você.
As suas escolhas tem sempre metade das chances de dar certo, é assim para todo mundo.
Desfrute de seu corpo, use-o de toda maneira que puder, mesmo!
Não tenha medo do seu corpo ou do que as outras pessoas possam achar dele
É o maior instrumento que você jamais vai construir.
Dance! Mesmo que não tenha aonde além de seu próprio quarto.
Leia as instruções, mesmo que não vá segui-las depois.
Não leia revistas de beleza, elas só vão fazer você se achar feio!
Dedique-se a conhecer os seus pais.
É impossível prever quando eles terão ido embora de vez.
Seja legal com seus irmãos.
Eles são a melhor ponte com o seu passado e possivelmente quem vai sempre mesmo te apoiar no futuro.
Entenda que amigos vão e vem, mas nunca abra mão de uns poucos e bons.
Esforce-se de verdade para diminuir as distâncias geográficas e de estilos de vida.
Porque quanto mais velho você ficar, mais você vai precisar das pessoas que conheceu quando jovem.
More uma vez em Nova York, mas vá embora antes de endurecer.
More uma vez no Havaí, mas se mande antes de amolecer.
Viaje.
Aceite certas verdades inescapáveis: os preços vão subir, os politicos vão saracutiar, você também vai envelhecer.
E quando isso acontecer...
Você vai fantasiar que quando era jovem os preços eram razoáveis, os políticos eram decentes e as crianças respeitavam os mais velhos.
Respeite os mais velhos.
E não espere que ninguém segure a sua barra.
Talvez você arrume uma boa aponsentadoria privada.
Talvez case com um bom partido, mas não esqueça que um dos dois pode de repente acabar.
Não mexa demais nos cabelos, senão quando você chegar aos 40, vai aparentar 85.
Cuidado com os conselhos que comprar, mas seja paciente com aqueles que os oferecem.
Conselho é uma forma de nostalgia.
Compartilhar conselhos é um jeito de pescar o passado do lixo, esfregá-lo, repintar as partes feias e reciclar tudo por mais do que vale.
Mas no filtro solar, acredite!

(Pedro Bial)

O amor, prefiro quente!




terça-feira, 21 de junho de 2011

Onde se conhece alguém?


Em primeiro lugar, gostaria de deixar bem claro que não faço a menor idéia.
Não sei o que se passa com os homens interessantes dessa cidade. Ao que parece, se escondem em algum porão secreto e, quando aparecem, estão casados ou namorando.
Ou, então, o porão era uma espécie de armário e eles saem de lá sarados e fãs de Lady Gaga.
Uma amiga minha, que considero legal e descolada, disse que conheceu o namorado dela no samba. Concluí que eu também poderia perfeitamente conhecer alguém interessante num samba. Exceto por um detalhe. Eu não sei sambar. Quer dizer, quando o lugar está bem cheio e escuro, finjo que sei. Tenho uma técnica infalível que consiste em mover os ombros e a cabeça como quem está sentindo a música e erguer as mãos com as palmas virada para cima (de preferência durante o refrão, quando também finjo saber as letras).
Mas como a técnica não inclui dançar em dupla, percebi que será bem difícil conhecer alguém interessante num samba. Talvez flertando num bar. Só não sei que bar. Aqui no Rio, só conheço bares para grupos de amigos ou casaizinhos. Ou grupo de amigos compostos por casaizinhos.
E eu geralmente estou nessas mesas como representante do número ímpar.
De todo modo, é impossível flertar nesse tipo de bar. Primeiro porque não sei flertar. Quando eu fixo o olhar em alguma coisa por mais de cinco segundos, meus olhos começam a arder e a lacrimejar. Dali a pouco o cara vai achar que eu estou chorando porque estou deprimida.
Também não sei ser sedutora/sensual. Não suporto mulheres que ficam mexendo no cabelo de maneira sexy. [...]
É por isso que se for para conhecer alguém interessante, não vai ser nem num samba, nem num bar.
Uma outra amiga minha, que eu também considero legal e descolada, disse que conheceu o marido dela numa boate. Alías, falando nisso, qual é o termo atual para boate? Acho boate muito anos 60. E discoteca é SUPER anos 70.
Afinal, qual o nome dá àquele lugar insalubre e lotado onde uma porção de gente desinteressante se reúne para beber e dançar ao som de músicas desagradavelmente altas?
Uma terceira amiga minha, também muito legal e descolada, disse que o termo para isso é night. Tenho certeza absoluta de que se for para conhecer alguém interessante não será nem num samba, nem num bar, nem na night.
Nossas amigas legais, descoladas e solteiras têm sempre alguém ÓTIMO para nos apresentar. E eu sempre penso que se o cara fosse assim tão ótimo, as amigas iriam querer para elas. Já as legais, descoladas e comprometidas entram numa de nos apresentar os amigos dos namorados delas. Outra roubada. Se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida é que amigo de namorado de amiga NUNCA é interessante.
Eles são sempre meio carecas, gordos e cheios de opiniões irritantes sobre vários assuntos.
Quando aparece um mais bacaninha, pode ter certeza que é comprometido.
Talvez as pessoas interessantes estejam no cinema. Ou numa exposição de um artista plástico incrível que eu não vou saber o nome porque não sou culta o bastante. Talvez essas criaturas estejam do seu lado e você não perceba. O.k. isso é totalmente mentira. Eu olho para os lados O TEMPO TODO e não vejo nada.
Ainda não descobri qual é o tal porão secreto onde os homens solteiros e interessantes do Rio se escondem. Se alguém ficar sabendo, me conte.
Até lá, triste admitir, poderei ser vista circulando pela cidade, provavelmente em sambas, bares e nights. Talvez até saindo com amigos de namorados de amigas.

E sempre, sempre olhando para os lados.
(Natália Klein)

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Nem escravo meu, nem filho meu, nem meu pai.

‎"Só volte quando eu chamar,
e não me obedeça sempre porque eu também gosto de ser contrariada.

Seja um pouco caseiro e um pouco da vida,
não de boate que isto é coisa de gente triste.
Não seja escravo da televisão, nem xiita contra.
Nem escravo meu, nem filho meu, nem meu pai.
Escolha um papel para você que ainda não tenha sido preenchido
e o invente muitas vezes."
(Martha Medeiros)


sábado, 11 de junho de 2011

Educação Pública (Aline M. Abdalah)

Não há que se discutir que prevenir é melhor que remediar.
Investir em Educação de qualidade é PREVENIR (não precisar de) cotas;
Cotizar é REMEDIAR a falta de eficiência na Educação pública.

Vamos pedir por "vacinas preventivas", em vez de simples "remédios paliativos" que não impedem os novos descasos de surgirem.
Obs.: Paliativo = Que ou aquilo que traz ALÍVIO MOMENTÂNEO para um mal, ou atenua um problema. (Fonte: Dicionário - Evanildo Bechara)

Não é mais hora de atenuar, amenizar os problemas SOCIAIS (não raciais).
É hora de resolvê-los, extingui-los!!!!!!!

Peço que, a partir do depoimento da profª Amanda Gurgel, as pessoas reflitam a realidade brasileira no quesito Educação.

É difícil perceber que a dificuldade independe de raça ou preconceito, mas diz respeito à disponibilidade financeira de arcar com as despesas necessárias para se formar um cidadão com boa qualificação, assim como dar condições satisfatórias aos maiores responsáveis pela reestruturação educacional (os educadores)?!

(Aline M. Abdalah)


sexta-feira, 10 de junho de 2011

Há certas horas...


"Há certas horas, em que não precisamos de um amor; não precisamos da paixão desmedida.
Não queremos beijo na boca, e nem corpos a se encontrar na maciez de uma cama.
Há certas horas, que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho, ao lado. Sem nada dizer.
Há certas horas, quando sentimos que estamos para chorar, que desejamos uma presença amiga, a nos ouvir paciente, a brincar com a gente, a nos fazer sorrir.
Alguém que ria de nossas piadas sem graça, que ache nossas tristezas as maiores do mundo, que nos teça elogios sem fim.
E que apesar de todas essas mentiras úteis, nos seja de uma sinceridade inquestionável.
Que nos mande calar a boca ou nos evite um gesto impensado.
Alguém que nos possa dizer: acho que você está errado, mas estou do seu lado.
Ou alguém que apenas diga: Sou seu amor e estou aqui!"
(William Shakespeare)

Sempre desprezei...




Sempre desprezei as coisas mornas,
as coisas que não provocam ódio nem paixão,
as coisas definidas como mais ou menos,
um filme mais ou menos, um livro mais ou menos.
Tudo perda de tempo.
Viver tem que ser perturbador...
O que não faz você mover um músculo,
o que não faz você estremecer, suar, desatinar,
não merece fazer parte da sua biografia.
(Martha Medeiros)

Divirta-se!


"Não subestime os outros, nem os idolatre demais.
Seja educada, mas não certinha.
Não minta, nem conte toda a verdade.
Dance sozinha quando ninguém estiver olhando.
Divirta-se enquanto seu lobo não vem."
(Martha Medeiros)

A Resposta Surpreendente


A professora pergunta ao seu aluno: "- Se existem cinco passarinhos num ramo e você atira e mata um, quantos sobram?"
"- Nenhum!" - Responde Joãozinho – "- Todos saem voando com o barulho do tiro."
A professora fica surpresa com a resposta: "- Não era essa a resposta que eu esperava, mas gosto do seu jeito de pensar."

"- Eu posso fazer uma pergunta para a senhora?" Pediu Joãozinho.
"- Pode, Joãozinho."
"- Existem três mulheres sentadas num banco tomando sorvete. Uma está
lambendo, outra está chupando e a terceira está mordendo. Qual delas é a casada?"
A professora fica vermelha, mas responde, timidamente: "- A que está chupando."
"Não, a casada é a que tem a aliança no dedo, mas eu também gosto do
seu jeito de pensar."

hahahahahahahahaaahhaaahhhaaahhaa

Crítica às Cotas Raciais nos Concursos em Geral (By Aline M. Abdalah)

É o tipo de política imediatista que não pensa em longo prazo!
Por que não solucionam de uma vez por todas as lacunas da Educação????
Faltam tantas coisas.
Cotas que atingem apenas uma parcela da sociedade não viabilizam o desenvolvimento do país.
E o pobre branco, como fica????? Mas o negro rico se dá bem...
Cor de pele não deveria ser quesito em cotas.
Se falassem em cotas sociais, por situação financeira, seria mais compreensível!

Sou contra cotas raciais nos concursos em geral.
Porque eu acredito que todos nós somos iguais perante a lei, a Deus e a humanidade!
Sou a favor da educação de qualidade para todos, para que cada um conquiste seu espaço por mérito próprio!

Qualquer concurso preza por igualdade de condições entre os concorrentes. Cotizar, ao meu ver, deveria ser para fortificar essa ideia. Ou seja, dar mais chances àqueles que tiveram pouco preparo por não ter tido CAPACIDADE FINANCEIRA de arcar com bons cursos preparatórios (Seja ele branco, negro, azul, verde ou amarelo). Ao atribuir "raça" como critério das cotas, implicitamente afirma que uma raça (No caso, a branca) possui CAPACIDADE DE RACIOCÍNIO maior que a outra (No caso, a negra e a indígena); o que faz disso um absurdo total, já que somos igualmente capazes tendo a mesma qualidade de ensino.

Não seria mais inteligente, e digamos mais humano, disponibilizar "cotas sociais" em vez de "cotas raciais"?! Não seria mais inteligente, e digamos mais humano, disponibilizar escolas públicas eficientes que formem alunos, de qualquer raça, aptos a enfrentar a competição acirrada do mercado?!
Para isso, pagamos altos impostos.

(Aline M. Abdalah)


domingo, 5 de junho de 2011

Viva como as flores!

- Mestre, como faço para não me aborrecer? Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes. Algumas são indiferentes. Tenho raiva das que são mentirosas. Sofro com as que caluniam.
- Pois, viva como as flores! - advertiu o mestre.
- Como é viver como as flores? - perguntou o discípulo.
- Repare nestas flores. - continuou o mestre, apontando para os lírios que cresciam no jardim.
- Elas nascem no esterco, entretanto, são puras e perfumadas. Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas. É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem. Os defeitos deles são deles e não seus. Se não são seus, não há razão para aborrecimento. Exercite, pois, é uma virtude rejeitar todo mal que vem de fora. Isso é viver!


Apaixone-se por um Grande Homem


"Por que querer um homem que não saiba admirar a beleza que há em você, a verdadeira beleza… a do coração? [...]

Custou-me muito compreender que GRANDE HOMEM não é aquele que chega no topo, nem o que tem mais dinheiro, casa, automóvel, nem quem vive rodeado de mulheres, nem muito menos o mais bonito.

Um grande homem é aquele ser humano transparente, que não se refugia atrás de cortinas de fumaça, é o que abre seu CORAÇÃO sem rejeitar a realidade, é quem admira uma mulher por seus alicerces morais e grandeza interior. [...]

Esse grande homem é simplesmente aquele que nunca a fez chorar… É QUEM NO LUGAR DE LÁGRIMAS LHE ROUBOU SORRISOS… Sorrisos por tudo que viveram e conquistaram juntos, pelos triunfos alcançados, por suas lindas recordações e por aquelas tristes lembranças que souberam superar, por cada alegria que repartem e pelos 3 filhos que preenchem suas vidas. Esse grande homem ama tanto a minha irmã que daria o que fosse por ela sem pedir nada em troca... Esse grande homem a quer pelo que ela é, por seu coração e pelo que são quando estão juntos."

(Arnaldo Jabor)

A Lista

Faça uma lista de grandes amigos.
Quem você mais via há dez anos atrás?
Quantos você ainda vê todo dia?
Quantos você já não encontra mais...
Faça uma lista dos sonhos que tinha.
Quantos você desistiu de sonhar?
Quantos amores jurados para sempre?
Quantos você conseguiu preservar?
Onde você ainda se reconhece: na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria?
Quantos amigos você jogou fora?
Quantos mistérios que você sondava.
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava?
Hoje são bobos, ninguém quer saber!
Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo.
Eram o melhor que havia em você?! [...]
Quantas pessoas que você amava?
Hoje acredita que amam você???

(Oswaldo Montenegro)


... a gente gosta!


Ok, você toma banho em segundos, reclama com sua mãe enquanto procura o que vestir (a eterna dúvida do primeiro encontro) e tenta se focalizar em ser mulher.
Apenas mulher.
E o interfone toca e você está com duas blusas na mão, nenhum sapato no pé e uma interrogação bem no meio da maquiagem.
O espelho não mente: você está ligeiramente linda, confusa e cansada.
Mas pega a bolsa e vai...(afinal, arriscar é viver).
No caminho você pensa, enquanto passa o batom: o mundo está invertido ou será que sou eu?
E você não encontra respostas, mas encontra o cara. Parado. Mudo.
Com um olhar bonito e alguma expressão que você não entende.
Aí tem a mesma imagem de minutos atrás.
Vê o ponto de interrogação bem no meio da cara dele.
O cara não sabe o que fazer.
Não sabe se abre a porta do carro, se escolhe o restaurante, se te beija, se manda flores no dia seguinte, se conversa sobre poesia, sobre filhos ou musculação, tudo porque ele está na dúvida se você vai achar lindo ou se vai rir na cara dele.
Tudo porque ele está perdido, mas... caramba, você também está!
Não sabe se ele tem a mente aberta como aparenta ou se é mais careta que seu tio.
E ninguém se percebe.
O cara te acha inteligente, gostosa, divertida, e acha que você é moderna demais para gostar de uma mensagem fofa no dia seguinte.
Meninos, é mentira.
A gente gosta.
(Martha Medeiros)

Enquanto ela segura suas mãos...


Enquanto ela segura suas mãos, brinque com seus dedos.
Quando ela estiver com o rosto perto do seu e olhando nos seus olhos, não demore, beije-a.
Quando ela te bater, te chutar ou estiver com raiva de você, segure ela firme e abrace-a.
Quando ela estiver quieta, ela está pensando em como te dizer que te ama.
Quando ela te ignorar, quer dizer que ela quer toda sua atenção.
Quando ela quiser ir embora, segure ela pela cintura e nunca deixe ela ir.
Quando você a vê muito mal, diga o quão maravilhosa e especial ela é para você.
Quando ela gritar com você, grite de volta que a ama se o sentimento for verdadeiro.
Quando ela estiver com medo, abrace-a e diga que está tudo bem, pois você está com ela.
Quando ela estiver preocupada com algo, beije-a e diga para ela não se preocupar.
Quando ela virar as costas ou fugir de você, corra atrás dela e pegue-a pela mão.
Quando ela estiver envergonhada, fale: eu te amo!

O Tempo

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê, passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

(Mario Quintana)

Ser Espírita

Ser espírita não é ser nenhum religioso; é ser cristão.
Não é ostentar uma crença; é vivenciar a fé sincera.
Não é superar o próximo; é superar a si mesmo.
Não é construir templos de pedra; é transformar o coração em templo eterno.
Ser espírita não é apenas aceitar a reencarnação; é compreendê-la como manifestação da Justiça Divina e caminho natural para a perfeição.
Não é só comunicar-se com os Espíritos, porque todos indistintamente se comunicam, mesmo sem o saber; é comunicar-se com os bons Espíritos para se melhorar e ajudar os outros a se melhorarem também.
Ser Espírita não é apenas consumir as obras espíritas para obter conhecimento e cultura; é transformar os livros, suas mensagens, em lições vivas para a própria mudança. Ser sem vivenciar é o mesmo que dizer sem fazer.
Ser espírita não é internar-se no Centro Espírita, fugindo do mundo para não ser tentado; é conviver com todas as situações lá fora, sem alterar-se como espírita, como cristão.
O espírita consciente é espírita no templo, em casa, na rua, no trânsito, na fila, ao telefone, sozinho ou no meio da multidão, na alegria e na dor, na saúde e na doença.
Ser espírita não é ser diferente; é ser exatamente igual a todos, porque todos são iguais perante Deus.
Não é mostrar-se que é bom; é provar a si próprio que se esforça para ser bom, porque ser bom deve ser um estado normal do homem consciente. Anormal é não ser bom.
 Ser espírita não é só curar alguém; é contribuir para que alguém trabalhe a sua própria cura.
Não é tornar o doente um dependente dos supostos poderes dos outros; é ensinar-lhe a confiar nos poderes de Deus e nos seus próprios poderes que estão na sua vontade sincera e perseverante.
Ser espírita não é consolar-se em receber; é confortar-se em dar, porque pelas leis naturais da vida, "é mais bem aventurado dar do que receber".
Não é esperar que Deus desça até onde nós estamos; é subir ao encontro de Deus, elevando-se moralmente e esforçando-se para melhorar sempre.
Ser espírita é amar o próximo como a si mesmo.

(Livro: Aprendendo a Lidar Com as Crises)

Cãomorado


Para eles não tem tempo ruim, esteja você em um Bad hair Day ou Tpm.
Esperam sempre você chegar em casa com toda a devoção do mundo e quando você chega,
fazem uma festa linda sem muitos adereços, apenas com pulinhos e lambidas.
Eles se sastifazem com pouco, podem até balançar o rabo para outro alguém,
mas é você que eles realmente amam e você sabe disso pois é um amor sincero, leal.
Eles envelhecem, vão perdendo os dentinhos, mas continuam com aquele jeito de criança que fascina.
Nada de mal humor, nada de reclamações.
Cães, de labradores à vira-latas, com nomes de gente ou de biscoito:
Todos merecem ser felizes, todos merecem ser bem tratados,
todos são sábios e todo homem ( e mulher) deveriam aprender com eles.
Seria ótimo ter um namorado tão fiel assim...





Reputação X Caráter


"As circunstâncias entre as quais você vive determinam sua reputação.
A verdade em que você acredita determina seu caráter.
A reputação é o que acham que você é.
O caráter é o que você realmente é.
A reputação é o que você tem quando chega a uma comunidade nova.
O caráter é o que você tem quando vai embora.
A reputação é feita em um momento.
O caráter é construído em uma vida inteira.
A reputação torna você rico ou pobre.
O caráter torna você feliz ou infeliz.
A reputação é o que os homens dizem de você junto à sua sepultura.
O caráter é o que os anjos dizem de você diante de Deus."
(Arnaldo Jabor)